Mistura de vinhos tintos portugueses no Douro

Os portugueses desta região são mestres na mistura de várias castas, produzindo vinhos deliciosos com misturas de qualidade superior. Produtores de vinho de todo o mundo sonham com a experiência de Lisboa e muitos voam até aqui para a provar e experimentar.

São simpáticos, baratos e fáceis de beber; três boas razões pelas quais os vinhos tintos de mistura nacionais são alguns dos vinhos mais procurados atualmente no mercado. Embora os tintos de mistura não sejam novos (são produzidos há séculos em todo o mundo), graças a uma série de enólogos talentosos e a comerciantes de vinhos ainda mais inteligentes, estes vinhos são uma tendência aparentemente imparável.

O “Portuguese Red Blend” é um termo flexível utilizado para descrever as numerosas e variadas composições de vinhos tintos de lote elaborados a partir de castas autóctones portuguesas. Portugal é famoso pelos vinhos do Porto fortificados do Douro, mas também é famoso por ter centenas de castas diferentes plantadas dentro das suas fronteiras.

traditional wineries in Douro

Tomemos como exemplo o caso do vinho do Douro, onde estivemos recentemente: existem três sub-regiões do Vale do Douro – o Baixo Corgo, o Cima Corgo e o Douro Superior – todas elas com diferentes exposições ao sol, quantidades variáveis de precipitação e, por conseguinte, produzindo uvas de qualidade variada. Quando misturados, os vinhos destas três áreas beneficiam e contribuem uns para os outros de uma forma que gera um vinho mais poderoso e completo. Durante a nossa visita, achei fascinante ver como os produtores de vinho conhecem cada centímetro da sua terra e compreendem onde os pontos fortes e fracos podem ser melhor utilizados nos diferentes estilos de vinho que produzem.

Historicamente, as vinhas do Douro eram plantadas com uma mistura de castas autóctones (são permitidas até 90 castas para utilização no vinho do Porto), e muitas vinhas ainda o são, ao ponto de os proprietários e enólogos não saberem exatamente quantas castas crescem em cada uma das suas vinhas. Este tipo de plantação é designado por “field blend” e é um elemento notável do vinho do Porto.

Variedades como a Touriga Nacional e a Tinta Roriz (nome português para a Tempranillo) são relativamente bem conhecidas e frequentemente produzidas como vinhos varietais, embora os vinhos tintos de lote sejam muito mais comuns. Às castas Touriga Franca e Tinta Barroca juntam-se as especialidades regionais Castelão, Sousão, Trincadeira das Pratas, Baga, Alfrocheiro Preto e muitas outras. As castas internacionais Cabernet Sauvignon e Syrah são também incluídas nas misturas de vinhos tintos com uma frequência crescente.

Tradicionalmente, estes vinhos têm sido rotulados de acordo com a região em que foram cultivados, em vez da composição varietal do seu conteúdo. No entanto, as práticas de loteamento no vinho português não são tão complexas como eram no passado e as convenções modernas de rotulagem ajudaram a desmistificar a produção vinícola do país. Os vinhos que antigamente eram rotulados simplesmente como Douro ou Dão começaram a conter (há mais ou menos 20 anos) algum texto no contra-rótulo que explicava ao consumidor a composição e as proporções da garrafa.

Tivemos o grande prazer de nos sentar à mesa da cozinha e desfrutar de um almoço tradicional de trabalhadores das colheitas com o encantador e hospitaleiro Johnny Graham, fundador do Churchill’s. Estava muito entusiasmado por partilhar connosco o seu ponto de vista sobre os vinhos da região. Ele disse: “O verdadeiro vinho do Porto tem tudo a ver com a mistura. Uma mistura de diferentes vinhas cria poder e a capacidade de um vinho envelhecer durante décadas.”

Assim, para além de uma mistura de castas, os vinhos de diferentes regiões são também combinados para tirar o máximo partido dos melhores aspectos de cada uma delas. De facto, alguns podem dizer que este tipo de mistura regional é a verdadeira expressão do terroir, uma vez que abrange uma área maior do que uma única vinha e, por conseguinte, é mais representativa do local.

Publicações relacionadas